EUA e França mais próximos de resolução sobre conflito no Líbano

Os Estados Unidos e a França estão próximos de completar uma resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) projetada para interromper a batalha no Líbano e definir regras para um cessar-fogo permanente, divulgou o Departamento de Estado americano nesta sexta-feira. "Estamos muito perto de um projeto final com os franceses", disse o porta-voz do departamento, Sean McCormack.O trabalho vai continuar em Washington e no Texas durante o fim de semana, quando a secretária de Estado Condoleezza Rice encontrará George W. Bush em seu rancho.Rice vai permanecer no rancho até segunda-feira, de acordo com McCormack. "Ela estará preparada para ir a Nova York", disse o porta-voz, que não disse se ela voaria para a cidade para participar das deliberações das Nações Unidas.Rice vem consultando por telefone uma série de autoridades estrangeiras sobre a resolução em perspectiva e a luta entre Israel e o Hezbollah. Ela falou na noite de quinta-feira com o Ministro das Relações Exteriores de Israel, Tzipi Livni, e da Espanha, Miguel Angel Moratinos, segundo McCormack.Nesta sexta, ela falou com os ministros da Jordânia, Arábia Saudita e Egito, de acordo com Tom Casey, outro porta-voz do Departamento de Estado. "Esperamos ter uma resolução no começo da semana que vem", disse.Rice expressou na quinta-feira seu apoio ao cessar-fogo imediato no Líbano como a primeira fase no processo de término do conflito entre Israel e Hezbollah.Foi o sinal mais concreto até agora de que a administração Bush pode estar disposta a se comprometer no impasse de como acabar com a guerra.Aproximando-se mais da posição que França e outros países europeus têm adotado, Rice previu que a resolução do Conselho de Segurança da ONU incluirá um pedido de cessar-fogo e determinará as regras para a paz permanente. Segundo ela, o texto deve ser aprovado nos próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.