EUA e Inglaterra ganham o Nobel de Medicina

O norte-americano Paul Lauterbur e o britânico Peter Mansfield ganharam hoje o Prêmio Nobel de Medicina por sua contribuição no campo da Ressonância Magnética. Lauterbur, de 74 anos, descobriu a possibilidade de criar uma imagem bidimensional com variações no campo magnético. Ele trabalha no Laboratório de Ressonância Magnética Biomédica da Universidade de Illinois. Mansfield, de 70, trabalha da Universidade de Nottingham, na Inglaterra, e demonstrou que os sinais emitidos poderiam ser analisados matematicamente, o que tornou possível a criação das imagens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.