EUA e Irã dão início a negociações nucleares no Omã

O diálogo começa duas semanas antes do prazo estipulado pela coalizão de forças globais para resolver a disputa sobre as capacidades nucleares do país

Estadão Conteúdo

09 de novembro de 2014 | 13h12

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e sua contraparte iraniana, Javad Zarif, deram início neste domingo, 9, em Omã, a negociações críticas sobre o futuro do programa nuclear de Teerã. O diálogo começa duas semanas antes do prazo estipulado pela coalizão de forças globais para resolver a disputa sobre as capacidades nucleares do Irã.

Autoridades de alto escalão dos Estados Unidos afirmaram que o governo Obama deve ficar sabendo logo após a reunião entre Kerry e Zarif se é possível se chegar a um acordo antes da data final. Oficiais norte-americanos disseram nesta semana que uma extensão do prazo poderia ser negociada se os dois países não chegarem a uma resolução final.

A ex-chefe de política estrangeira da União Europeia, Catherine Ashton, também participa das negociações em Omã. O mandato dela acabou na semana passada, mas Catherine se comprometeu a continuar a orientar o diálogo com o Irã até o fim. A negociação envolve o Irã, os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) e a Alemanha.

As potencias globais tentam chegar a uma fórmula que garanta à comunidade internacional que Teerã não pretende desenvolver armas atômicas, ao mesmo tempo em que permita a continuidade do programa nuclear iraniano. Em contrapartida, os EUA e a União Europeia aceitariam reduzir as sanções econômicas que prejudicaram as finanças iranianas nos últimos anos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
EUAIrãnegociações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.