EUA e Iraque estudam usar força contra guerrilha iraniana

Altas autoridades americanas e iraquianas vêm debatendo formas de expulsar um grupo paramilitar de oposição ao governo do Irã, e que teria ligações com Saddam Hussein. Como parte das discussões, o Conselho de Governo Iraquiano poderia pedir ao Exército dos Estados Unidos que remova o Mujahedeen Khalq do Iraque, informaram autoridades locais. Entretanto, o Conselho não tem planos de entregar os guerrilheiros ao Irã, onde os militantes são procurados por suspeita de ações extremistas. A Autoridade Provisória de Coalizão - nome oficial do governo de ocupação do Iraque - terá reuniões com membros do Conselho de Governo para discutir a remoção da organização paramilitar, disse um porta-voz da administração americana. A fonte não revelou se o Exército americano expulsaria o Mujahedeen Khalq à força. A Autoridade Provisória de Coalizão é a principal autoridade civil do Iraque. O Conselho de Governo iraquiano foi indicado pelos EUA. "Devemos pedir ajuda aos americanos porque eles dispõem dos meios militares?, disse Dara Noor al-Din, membro do Conselho de Governo. "Ainda não temos um Exército capacitado e a força policial não tem equipamentos suficientes para enfrentar o Mujahedeen Khalq."

Agencia Estado,

12 de dezembro de 2003 | 17h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.