EUA e Iraque vão estabelecer acordo de segurança

Os Estados Unidos e o Iraque concordaram em estabelecer um acordo de princípios de segurança permitindo que o exército norte-americano permaneça no Iraque por mais três anos após expirar o mandato concedido pelas Nações Unidas em 31 de dezembro, disse hoje um assessor do primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki.Hoje, um ataque suicida no distrito comercial no norte da cidade de Tal Afar matou 10 pessoas e feriu 20, segundo as forças do exército norte-americano. A polícia iraquiana diz que sete morreram e 32 ficaram feridos. Tal Afar fica próxima à violenta cidade de Mossul e tem sido alvo de vários atentados recentes. Este último ataque deixou evidentes as ameaças à segurança no Iraque, apesar da forte queda nos níveis de violência desde o ano passado.Em Washington, o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Gordon Johndroe, disse que o documento do acordo é benéfico para as nações aliadas. "Acreditamos que o documento seja útil tanto para iraquianos quanto para americanos. Esperamos que o governo iraquiano conclua o processo em breve", disse.Segundo um assessor do primeiro-ministro iraquiano, o acordo deve ser colocado em votação durante uma reunião emergencial de gabinete no domingo ou na segunda-feira. O acordo, informou o assessor, tem "boas chances" de ser aprovado por uma maioria de dois terços no gabinete de 37 membros. Após aprovação pelo gabinete, o acordo será submetido a votação no parlamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.