EUA e Japão anunciam parceria comercial

O presidente dos EUA, George W. Bush, e o primeiro-ministro do Japão, Junichiro Koizumi, expressaram hoje, em seu primeiro encontro desde que foram eleitos, a intenção de buscar uma estratégia comum na questão do aquecimento global e do plano americano de criar um sistema de defesa antimísseis. Koisumi visitou Bush na residência presidencial de Camp David, no Estado de Maryland, e ambos anunciaram um plano para revitalizar a economia japonesa, intitulado Parceria Econômica EUA-Japão para o Crescimento. O objetivo é ampliar principalmente a cooperação comercial.Koisumi não quis fazer comentários sobre posição de seu governo em relação ao projeto dos EUA de modificar o Tratado Antimísseis Balístico (ABM) firmado para frear a corrida armamentista. A idéia enfrenta protestos da Rússia, China e países europeus. Os dois emitiram um comunicado expressando a intenção de continuar consultas mútua sobre a defesa antimísseis e assinalando que Bush agradeceu a oferta de Koizumi para buscarem pontos comuns sobre na questão do aquecimento do planeta. Os EUA recusam-se a aderir ao Protocolo de Kyoto, o qual prevê redução de emissões de gases pelos países do Primeiro Mundo e Koizumi tem exortado Bush a assinar o tratado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.