EUA e juiz iraquiano se desentendem sobre Saddam

O chefe do tribunal iraquiano de crimes de guerra disse que os EUA se comprometeram a entregar Saddam Hussein e cerca de 100 outros prisioneiros à custódia da corte antes de 1º de julho, se os iraquianos se mostrarem capazes de manter os detentos em segurança. Autoridades americanas negam tal compromisso.?A coalizão vai entregá-los se formos capazes de mantê-los sob custódia?, disse Salem Chalabi. Ele disse que os julgamentos deverão ter início no começo de 2005, ?se estivermos preparados?, e que os juízes receberão as ?fichas? dos réus ao final de 2004. Mais cedo, ele havia dito que Saddam será entregue aos iraquianos com certeza antes de 1º de julho, e que os julgamentos começarão no princípio do próximo ano.Autoridade americanas, que mantêm Saddam preso em local desconhecido, contestaram as informações do juiz. O secretário de Estado Colin Powell disse ignorar quaisquer planos para a entrega de Saddam. O porta-voz Richard Boucher também afirmou que, até onde sabe, não há nenhuma decisão quanto ao cronograma para a transferência da responsabilidade sobre o ex-ditador para os iraquianos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.