EUA: e-mails picantes levam a renúncia de deputado

O deputado norte-americano Christopher Lee, republicano pelo Estado de Nova York, renunciou inesperadamente a sua cadeira no Congresso dos Estados Unidos nesta quarta-feira, informou a emissora de televisão CNN.

AE-DOW JONES, Agência Estado

09 de fevereiro de 2011 | 21h58

A decisão de renunciar teria sido tomada depois de o site especializado em fofocas Gawker.com ter publicado nota segundo a qual o deputado teria enviado e-mails picantes a uma mulher que conheceu pela internet, noticiou a CNN com base em fontes no conservador Partido Republicano.

Lee, que tem 46 anos e é casado, foi reeleito em novembro último para ser segundo mandato na Câmara dos Representantes dos EUA.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAdeputadorenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.