EUA e Reino Unido congelam fundos de organização curda

Os governos dos EUA e do Reino Unido determinaram a bancos dos dois países que congelem as contas de um grupo guerrilheiro curdo que opera no norte do Iraque. O porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Richard Boucher, disse que o grupo Ansar al-Islam foi colocado na lista de alvos de sanções financeiras dos EUA porque abriga membros da organização terrorista Al-Qaeda que fugiram do Afeganistão.O Banco da Inglaterra deu orientação a todas as instituições financeiras do Reino Unido para que congelem as contas do grupo. "O Tesouro tem bases razoáveis para suspeitar que Ansar al-Islam é ou pode ser uma pessoa que comete, tenta cometer, facilita ou participa de encomendas de atos de terrorismo", diz o comunicado do Banco da Inglaterra.Recentemente, o secretário de Estado norte-americano, Colin Powell, disse que o presidente iraquiano, Saddam Hussein, tem um agente infiltrado na liderança do Ansar al-Islam. Os curdos compõem um grupo étnico reprimido no sul da Turquia e o norte do Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.