EUA e Rússia devem renovar acordo de corte nuclear

Rússia e Estados Unidos devem renovar seu acordo de limitação de arsenal nuclear até o início de dezembro, de acordo com declaração do governo russo. Os dois países começaram as negociações durante encontro na semana passada sobre a renovação do Tratado Estratégico Sobre Redução de Armas (Start), que vence no dia 5 de dezembro.

AE-DJ, Agencia Estado

24 de outubro de 2009 | 18h35

Os presidentes da Rússia Dmitry Medvedev e dos Estados Unidos Barack Obama estão preparando um documento legal sobre a renovação do Start para o início de dezembro, de acordo com nota do Kremlin, depois que os presidentes conversaram sobre o assunto pelo telefone. A nota diz que consultas suplementares serão feitas em diferentes níveis.

A Casa Branca também afirmou que os dois líderes discutiram um trabalho contínuo para terminar um novo Start até o final do ano. Os dois países concordaram, no início do ano, que iriam trabalhar em um novo acordo nuclear para suceder o Start, marcando o primeiro passo de uma nova relação entre Estados Unidos e Rússia na administração Obama.

O Start foi assinado originalmente em 1991 um pouco antes da União Soviética ser desmembrada e tinha como objetivo reduzir de forma drástica o arsenal nuclear das duas potencias. Em uma reunião em Moscou em julho, Medvedev e Obama concordaram em reduzir o número de mísseis na Rússia e nos Estados Unidos para entre 1.500 e 1.675 dentro de sete anos. Eles também concordaram em reduzir o número de lançadores de mísseis entre 500 e 1.100 no período. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUARússianuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.