EUA e Rússia vão reduzir ogivas nucleares

Os presidentes dos Estados Unidos, George W. Bush, e da Rússia, Vladimir Putin, comprometeram-se nesta terça-feira a reduzir em dois terços seus arsenais nucleares mantidos durante a Guerra Fria, mas não entraram em acordo sobre o plano norte-americano de construção de um escudo de defesa antimísseis. "Juntos, fazemos história ao avançar", declarou Bush ao término de três horas de reuniões mantidas na Casa Branca. "Nossa relação de hostilidade e suspeita transformou-se numa baseada na cooperação e na confiança." "Já não precisamos da intimidação mútua para chegar a acordos", disse Putin algumas horas depois. "A segurança não se cria mediante o acúmulo de metais ou armas. Ela é criada mediante a vontade política do povo, dos Estados nacionais e de seus governantes."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.