EUA e UE esperam que palestinos aceitem demandas para paz

O quarteto de mediadores para a paz no Oriente Médio chegou a uma posição comum em sua primeira reunião desde a posse de um novo governo de unidade na Autoridade Nacional Palestina (ANP), informou a comissária de Relações Exteriores da União Européia (UE), Benita Ferrero-Waldner.Numa entrevista concedida no fim da noite de segunda-feira em Washington, ela considerou a formação do governo um passo adiante na reconciliação entre os palestinos.De acordo com a austríaca Ferrero-Waldner, os integrantes do quarteto - Estados Unidos, Rússia, UE e Organização das Nações Unidas (ONU) - concordaram em esperar para ver se o novo governo atenderá às demandas do grupo de mediadores antes de decidir uma reação conjunta.O quarteto exige que qualquer governo palestino reconheça Israel, renuncie à violência e aceite os acordos de paz selados no passado em troca da suspensão de um embargo imposto no ano passado, depois que o grupo islâmico Hamas venceu por ampla margem as eleições gerais nos territórios palestinos.Separadamente, diplomatas dos EUA e da UE disseram estar à espera de um esclarecimento específico sobre a posição do novo governo palestino com relação à violência contra Israel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.