Margie Mason/AP
Margie Mason/AP

EUA e Vietnã fazem primeiros exercícios navais desde o fim de guerra

Manobras militares lembram o 15º quinto aniversário da normalização das relações entre Washington e Hanói

Efe

10 de agosto de 2010 | 09h05

Estados Unidos e Vietnã começarão nesta quarta-feira os primeiros exercícios navais conjuntos desde o final da guerra, há 37 anos, com participação do porta-aviões George Washington e do destroier americano John S. McCain, entre outros.

O tenente americano Mike Morley explicou em Danang, cidade portuária do litoral central do Vietnã, que as manobras começarão com simulações bélicas e operações de resgate.

As duas forças navais também farão trabalhos de controle de danos e consertos, segundo Morley.

Uma comitiva militar vietnamita comandada pelo coronel Vu Dinh Hieu visitou esta manhã o destroier McCain, de cerca de nove mil toneladas de peso e com uma tripulação de cerca de 300 pessoas, no porto de Danang.

Esta embarcação de guerra americana participou com a Coreia do Sul no final de julho de outras manobras navais no Mar do Leste (Mar do Japão), destinadas a mostrar à vizinha Coreia do Norte o poderio militar dos aliados.

Os exercícios militares com o Vietnã lembram o 15º quinto aniversário da normalização das relações entre Washington e Hanói, mas também enviam uma mensagem à China em um momento no qual o diálogo bilateral com os Estados Unidos piorou em comparação com o ano passado, segundo analistas.

Para o regime comunista vietnamita, representa um respaldo a sua disputa com Pequim pela soberania sobre as ilhas Paracel e Spratly, no Mar da China Meridional.

O porta-aviões George Washington atracou em Danang no último domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
VietnãEUAChinaGuerra do Vietnã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.