EUA: Empresa condenada a indenizar Madri por tesouro

O juiz federal norte-americano, Steven Merryday, condenou a empresa Odyssey Marine Exploration a pagar uma indenização de US$ 1 milhão ao governo da Espanha por ter agido em má-fé no caso envolvendo a descoberta de um tesouro no fundo do mar.

AE, Agência Estado

30 Setembro 2013 | 18h26

Madri reivindicava US$ 3,3 milhões em indenização depois de ter ganhado na justiça os direitos sobre o tesouro de aproximadamente US$ 600 milhões retirado pela Odyssey em 2007 dos restos de um galeão espanhol naufragado no Oceano Atlântico.

A empresa dedicada à caça de tesouros alega ter retirado de maneira legítima as 17 toneladas de ouro e prata encontradas nos restos do galeão e pretende recorrer da decisão, informa o jornal Tampa Bay Times.

Na opinião do juiz, a Odyssey agiu em má-fé por ter retido informações quando a Espanha a questionou sobre o que havia sido encontrado nos restos do navio. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUAEspanhanaviotesourogaleão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.