EUA encontram 18 em prisão clandestina no Iraque

Durante operação feita na manhã deste domingo, soldados do exército dos Estados Unidos descobriram uma "prisão secreta" no bairro de Al-Saadun, no centro de Bagdá, onde havia 18 pessoas retidas. Segundo disseram à EFE fontes do Ministério do Interior iraquiano, os soldados americanos detiveram 40 pessoas, entre elas vários policiais iraquianos, por sua suposta relação com o presídio clandestino. As pessoas que se encontravam reclusas foram postas sob a tutela dos soldados americanos, acrescentaram as mesmas fontes. As autoridades decidiram abrir uma investigação para esclarecer as razões da existência da prisão e conhecer o motivo pelo qual 18 pessoas eram mantidas no recinto sem que alguma acusação conhecida pesasse contra elas. No fim do ano passado, as forças americanas descobriram outra prisão secreta, onde 178 iraquianos permaneciam cativos, no bairro de Al-Jaderiya, em Bagdá, e que era "administrada" pelo Ministério do Interior. A maior parte dos reclusos - seis dos quais foram encontrados em grave estado de saúde - mostrava sinais de tortura no corpo.

Agencia Estado,

26 Março 2006 | 18h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.