EUA enfrentam humilhação no Afeganistão, afirma fugitivo

Os Estados Unidos enfrentam no Afeganistão uma humilhação no estilo soviético, afirmou em mensagem de vídeo um senhor da guerra afegão, na qual também insultou o Paquistão por ajudar as operações contra o terrorismo lideradas pelos Estados Unidos. Em gravação obtida no Paquistão, Gulbuddin Hekmatyar também acusou Washington a fomentar o conflito entre os grupos étnicos afegãos numa escala comparável às rivalidades no Iraque. "Todos sabem que os agressores americanos enfrentam derrotas em todas as partes do país", disse Hekmatyar. "Eles não foram capazes de conseguir seus objetivos bombardeando afegãos inocentes, seus vilarejos e casas. Estão se preparando para ir embora como fizeram os soldados soviéticos."Ele disse que os soldados estrangeiros deveriam sair do Afeganistão - e ficar de guarda nos países vizinhos. Hekmatyar lidera uma facção militante considerada responsável, ao lado dos combatentes da Al-Qaeda e do Taleban, pela intensificação da insurgência no Afeganistão, apesar da presença de um crescente número de soldados estrangeiros. A gravação de 24 minutos, a terceira de Hekmatyar a vir à tona este mês, não era datada. Também não estava claro onde foi realizada. No entanto, Hekmatyar se refere à celebração muçulmana de Eid al-Adha, que acontece na passagem do ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.