EUA entrarão com recurso contra suspensão de reforma migratória

Porta-voz da Casa Branca explica que recurso busca suspender o bloqueio temporário decretado pelo juiz federal Andrew Hanen

O Estado de S. Paulo

20 de fevereiro de 2015 | 17h11

WASHINGTON - O governo americano anunciou nesta sexta-feira, 20, que o Departamento de Justiça entrará com recurso até segunda-feira para pedir a suspensão da decisão de um juiz do Texas contra as medidas executivas sobre migração do presidente Barack Obama.

O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, explicou que o recurso busca suspender o bloqueio temporário decretado pelo juiz federal Andrew Hanen, impedindo a realização da primeira fase dos projeto de reforma migratória de Obama, que deveria ter entrado em vigor na quarta-feira.

Estima-se que as medidas anunciadas por Obama em novembro beneficiariam cerca de 5 dos 11 milhões dos imigrantes sem documentos que existem no país. / EFE

 

Tudo o que sabemos sobre:
EUABarack Obamareforma migratória

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.