EUA entregam quatro detentos de Guantánamo à França

Quatro franceses mantidos por mais de dois anos como prisioneiros na base naval de Guantánamo foram mandados de volta para casa. São os primeiros cidadãos franceses liberados da prisão militar dos EUA, após meses de conversações. Três outros poderão ser libertados em breve.Os quatro chegaram de avião a uma base militar na Normandia e seguiram de ônibus para Paris, onde seriam interrogados por agentes de contra-espionagem e pelo juiz Jean-Louis Bruguiere, encarregado de combate ao terrorismo.Os franceses - Mourad Benchellali, Imad Kanouni, Nizar Sassi e Brahim Yadel - foram capturados durante a guerra movida pelos EUA para derrubar o regime Taleban no Afeganistão.

Agencia Estado,

27 de julho de 2004 | 18h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.