EUA enviam ajuda militar ao Camboja após mais de 10 anos

31 veículos foram entregues pela embaixada americana; há expectativa de envio de outros 30 caminhões

Efe

03 de junho de 2008 | 04h46

Os Estados Unidos doaram ao Camboja um lote de caminhões usados, em seu primeiro envio de ajuda militar ao país em mais de uma década.   No total, 31 veículos foram entregues pela embaixada dos EUA em Phnom Penh ao secretário de Estado do Ministério da Defesa cambojano, general Meoung Samphan, informaram nesta terça-feira as autoridades locais.   O Camboja receberá em breve outros 30 caminhões para continuar modernizando os obsoletos equipamentos de suas Forças Armadas, segundo fontes diplomáticas norte-americanas.   Washington suspendeu sua ajuda militar ao país após o golpe de Estado que levou ao poder, em 1997, o atual primeiro-ministro Hun Sen, que depôs naquela ocasião o príncipe Norodom Ranariddh.   Há dois anos, o presidente americano, George W. Bush, decidiu suspender o veto, depois que o Camboja aceitou não processar cidadãos dos Estados Unidos residentes no Camboja no Tribunal Penal Internacional de Haia.   Desde então, vários altos oficiais militares norte-americanos visitaram o país, e em fevereiro de 2007, o USS Gary se tornou o primeiro navio de guerra dos EUA a atracar em um porto do Camboja desde a Guerra do Vietnã.

Tudo o que sabemos sobre:
CambojaEUAajuda militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.