EUA enviam bombardeiros furtivos para perto do Iraque

Aviões furtivos Stealth B-2 norte-americanos partiram para bases mais próximas do Iraque. Um político democrata do alto escalão qualificou a medida como um sinal de que a guerra está próxima. Um número não revelado de aviões capazes de se esquivar dos radares partiram da Base da Força Aérea de Whiteman, onde os 21 ?stealths? dos EUA ficam estacionados, disse a segunda-tenente Kat Ohlmeyer, porta-voz da base. Ela disse que alguns aviões ficaram nos EUA. Em Washington, o deputado democrata Ike Skelton, do Missouri, disse que o reposicionamento significa, em sua opinião, que uma ação militar contra Saddam Hussein começará em breve. "Estou convencido de que acontecerá", disse Skelton, um democrata que participa da Comissão de Forças Armadas da Câmara dos Representantes. Os aviões têm como destino a Base da Real Força Aérea em Fairfield, Inglaterra, e o protetorado britânico de Diego Garcia, no Oceano Índico. Na semana passada, cerca de 200 técnicos e mecânicos partiram para essas duas localidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.