EUA enviam caças para reforçar presença no Pacífico

Chegaram hoje à base aérea de Okinawa, no Japão, quatro de um total de 12 caças F-22 que os Estados Unidos vão enviar ao país nas próximas semanas, informou a agência Kyodo News. Esses primeiros jatos chegaram à base norte-americana no Japão em meio à crescente tensão na Ásia provocada pelos recentes testes nucleares realizados pela Coreia do Norte, considerados graves ameaças à segurança da comunidade internacional.

AE-AP, Agencia Estado

30 de maio de 2009 | 17h46

A chegada dos novos jatos ao Japão, supostamente para reforçar a presença dos Estados Unidos no Pacífico, pode não estar diretamente ligada à recente escalada de tensão regional, segundo agências internacionais, embora a ação tenha ganhado importância no atual cenário. Isso porque a Força Aérea dos Estados Unidos já planejava reforçar sua posição na base japonesa no Pacífico meses antes dos testes norte-coreanos.

Neste sábado, o secretário de Defesa Robert Gates afirmou durante a conferência anual de segurança em Cingapura que os Estados Unidos responderão prontamente se a Coreia do Norte ameaçar o país e seus aliados asiáticos, mas acrescentou não haver qualquer plano no momento de deslocamento de mais forças norte-americanas para a região. As informações são da Associated Press com agências internacionais.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAJapãoCoreia do Nortecaças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.