EUA enviam helicópteros para ajudar no resgate em Taiwan

É a primeira vez que equipamentos americanos são enviados para a ilha desde a ruptura diplomática de 1972

Efe,

16 de agosto de 2009 | 03h36

Os Estados Unidos enviaram dois helicópteros pesados CH-53E a Taiwan para participar das operações de salvamento das vítimas do tufão Morakot, informou neste domingo, 16, o Ministério de Assuntos Exteriores de Taiwan, em comunicado.

 

Esta é a primeira vez que equipamentos militares americanos chegam a Taiwan desde a ruptura de laços diplomáticos entre os EUA e a ilha em 1972, quando Washington estabeleceu relações oficiais com

Pequim.

 

"Uma doação americana de materiais para as vítimas do tufão chegará hoje, mas ainda não sabemos com certeza quando os helicópteros pousam", disse o chefe do Centro Nacional de Emergências, Mao Chi-kuo, à imprensa.

 

"Os Estados Unidos acertaram proporcionar helicópteros pesados com tripulação e outros materiais para apoiar as operações de resgate e salvamento", disse o chefe de imprensa do Instituto Americano em Taiwan, Christopher Kavanagh.

 

A Agência para o Desenvolvimento Internacional (Usaid, na sigla em inglês) dos EUA doou US$ 250 mil para ajudar as vítimas do tufão e um de seus coordenadores, Ron Libby, está em Taiwan visitando as

regiões afetadas.

 

Taiwan recebeu condolências de 22 de seus aliados diplomáticos e 37 países com os quais não mantém relações oficiais, incluindo EUA, Japão, Canadá, a União Europeia (UE), e também do Escritório de

Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU.

 

O presidente taiuanês acredita que o número de vítimas fatais do tufão Morakot seja superior a 500 na ilha. Até este momento foram confirmadas 123 mortes.

Tudo o que sabemos sobre:
TaiwantufãoMorakot

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.