EUA enviaram ao México 16 mil imigrantes ilegais menores de idade em 2010

Primeira-dama mexicana, Margarida Zavala, diz que jovens viajam a país vizinho em busca de seus pais

Efe,

11 de fevereiro de 2011 | 04h41

MÉXICO - As autoridades americanas enviaram de volta ao México em 2010, 16.648 imigrantes ilegais menores de idade que foram interceptados quando cruzavam a fronteira entre os países, afirmou nesta quinta-feira, 10, a primeira-dama mexicana, Margarita Zavala.

 

Durante a inauguração de um Módulo de Atendimento a Menores Migrantes, a também presidente do Sistema de Desenvolvimento Integral da Família destacou a vulnerabilidade dos menores em sua viagem ao país vizinho em busca de seus pais.

 

Margarita indicou que muitos menores viajam com desconhecidos, submetidos a torturas, humilhações e atividades do crime organizado, "mas que tudo vale a pena para a criança por saber que vai encontrar do outro lado sua mãe e seu pai."

 

A primeira-dama destacou o trabalho dos organismos civis que atendem os menores repatriados e assinalou a necessidade de contar com um módulo para atender esta população no estado mexicano da Baixa Califórnia

Tudo o que sabemos sobre:
México, imigrantes, deportação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.