EUA enviarão porta-aviões para exercícios militares na Coreia do Sul

Movimento pode ser considerado agressivo pela Coreia do Norte após naufrágio de corveta de Seul

Associated Press,

19 de julho de 2010 | 18h55

WASHINGTON- Os Estados Unidos irão enviar o porta-aviões americano George Washington para a Coreia do Sul nesta semana para participar de exercícios militares conjuntos com Seul, afirmou o Exército dos EUA nesta segunda-feira, 19.

 

O movimento é considerado uma demonstração de força após o naufrágio de uma corveta sul-coreana que matou 46 pessoas em março. Uma investigação internacional liderada pela Coreia do Sul concluiu que um torpedo de um submarino da Coreia do Norte foi responsável pelo incidente, o que Pyongyang nega.

 

O porta-aviões, alimentado por energia nuclear e um dos maiores navios de guerra do mundo, deve atracar no porto sul-coreano de Busan na quarta e espera-se que ele participe de futuros exercícios militares. Ele será acompanhado por três destroyers.

 

O secretário de Defesa Robert Gates e a secretária de Estado Hillary Clinton devem anunciar mais detalhes sobre os futuros exercícios militares conjuntos nesta semana em Seul, onde estão em visita para se encontrarem com autoridades sul-coreanas.

 

O envio do George Washington e o exercício militar estão sendo discutidos desde o ataque ao navio de guerra sul-coreano Cheonan.

 

Seu naufrágio foi considerado o pior desastre militar sul-coreano desde a Guerra da Coreia, que foi interrompida com um cessar-fogo em 1953. O conflito não foi formalmente terminado com um tratado de paz, e mais de 28.000 soldados americanos permanecem na Coreia do Sul com aval para proteger o país de seu vizinho do norte.

 

O envio de um porta-aviões americano pode ser considerado pela Coreia do Norte como um movimento particularmente agressivo dos Estados Unidos, por causa do tamanho do navio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.