EUA esperam que sanções contra o Irã sejam aprovadas logo

Os Estados Unidos expressaram na terça-feira, 20, sua esperança de que o Conselho de Segurança da ONU vote, até o fim da semana, a resolução com novas sanções contra o Irã.Assim afirmou o embaixador americano na ONU, Alejandro Wolff, que também anunciou que seu país aprovou o visto para que o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, compareça à sede da ONU, em Nova York, no dia da votação, tal como solicitou."As expectativas são de que possamos agir com rapidez. Esperamos que a resolução seja votada esta semana", assinalou.Wolff negou que a decisão do presidente iraniano de viajar para Nova York para participar da sessão da votação possa atrasar a aprovação do documento."Ahmadinejad terá tempo suficiente para comparecer à reunião", disse Wolff.A minuta de resolução propõe novas sanções ao Irã, como a proibição de exportações de armas e o congelamento de ativos financeiros de 28 indivíduos e entidades que estão relacionados com o programa nuclear iraniano.A África do Sul apresentou emendas ao documento, que concedem ao Irã 90 dias, ao invés de dois meses, para que cumpra com as exigências internacionais, dentre as quais a suspensão do enriquecimento de urânio.As emendas também propõem a eliminação do embargo às exportações de armas, assim como a redução da lista de indivíduos e entidades, relacionadas com a Guarda Revolucionária, com seus ativos financeiros bloqueados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.