EUA esperam transferir controle a Iraque até final de 2007

Comandantes dos Estados Unidos no Iraque esperam transferir completamente o controle da segurança e das forças armadas do país às autoridades iraquianas até o fim deste ano, disse um general norte-americano nesta quarta-feira.O major-general William Caldwell também disse, em uma entrevista coletiva, que a polícia e as Forças Armadas do Iraque planejam comprar centenas de veículos armados, bem como helicópteros, sob um acordo de 150 milhões de dólares assinado no mês passado com os EUA. Descrevendo 2007 como o "Ano da Transição", Caldwell disse que, até o verão, todas as 11 divisões do Exército iraquiano constituídas até a data serão colocadas sob o controle do governo do Iraque. Até o outono, todos os 18 governadores de províncias do país tomarão o poder da segurança em suas regiões. "Até o fim deste ano, a dinâmica estará inteiramente diferente", disse ele. Caldwell disse que os EUA continuarão a fornecer apoio logístico e de inteligência, bem como trabalhar para assegurar a "lealdade" de algumas unidades iraquianas. Muitos membros da minoria sunita do país, da qual fazia parte Saddam Hussein, acusam algumas divisões de lealdade não ao governo, mas a milícias sectárias xiitas. Ele pediu que o governo dos xiitas tenha "compromissos rígidos" com a reconciliação nacional e que procure incluir os sunitas, depois que o enforcamento televisionado de Saddam enfureceu diversos deles. Caldwell não quis fazer comentários sobre os rumores de que o presidente George W. Bush pode anunciar um aumento temporário do número de soldados norte-americanos no Iraque, como parte de uma nova estratégia que tentará por fim aos conflitos sectários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.