AP Photo/Carolyn Kaster
AP Photo/Carolyn Kaster

EUA estão ‘em guerra econômica com a China’, diz assessor de Trump

Steve Bannon ressaltou em uma entrevista ao portal American Prospect que o enfrentamento com a Coreia do Norte não é nada além de uma ‘distração’

O Estado de S.Paulo

17 Agosto 2017 | 10h55

WASHINGTON - Steve Bannon, o assessor estratégico do presidente americano Donald Trump, afirmou na quarta-feira 16 que os EUA estão "em guerra econômica com a China" e o enfrentamento que mantêm com a Coreia do Norte não é nada além de uma "distração".

"Na minha opinião, a guerra econômica com a China é tudo e devemos nos concentrar nela de forma obsessiva", declarou Bannon em entrevista ao portal American Prospect. "Se continuarmos perdendo esta guerra, estaremos em cinco, dez anos no máximo em um ponto sem retorno", afirmou.

"Estamos em guerra econômica. Eles não escondem o que fazem (...) e um de nós estará em situação de hegemonia em 25 a 30 anos, e será a China se continuarmos por este caminho", declarou o assessor.

"Sobre a Coreia do Norte, apenas nos provocam, não é nada além de uma distração", afirmou Bannon, que dirigiu o site ultraconservador Breitbart News antes de se unir à equipe de Trump.

Ele criticou a declaração do presidente de responder com "fogo e fúria" à Coreia do Norte caso prossiga com as ameaças aos EUA, estimando que "não há solução militar" para esta questão.

"Até que alguém resolva esta equação e me prove que não morrerão 10 milhões de pessoas em Seul em 30 minutos por ataques de armas convencionais, não sei do que estamos falando, não há solução militar." / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.