EUA excluem Coréia do Norte do TNP

Os EUA decidiram excluir a Coréia do Norte da lista de países que atuam em conformidade com o acordo de 1994 para a não-proliferação das armas nucleares - o TNP -, em uma atitude considerada "uma forte mensagem" aos governantes de Pyongyang. A informação foi dada nesta quarta-feira na Casa Branca pelo porta-voz Ari Fleischer, que ratificou que a Coréia do Norte deve respeitar "as obrigações que derivam dos acordos internacionais" assinados, indicando que Washington fala de uma "frustrada certificação" de Pyongyang na lista dos países que estão em conformidade com o acordo. Na última semana, Pyongyang ameaçou abandonar o tratado em resposta ao novo plano nuclear elaborado pelo Pentágono que prevê o uso eventual de armas nucleares contra sete países, entre eles a Coréia do Norte. O anúncio desta quarta está destinado a exacerbar ainda mais as desavenças nas relações entre os EUA a Coréia do Norte, país que, em seu discurso de 29 de janeiro, o presidente Bush incluiu - ao lado do Irã e do Iraque - no chamado "eixo do mal".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.