EUA exibem tesouros arqueológicos do Iraque

Os Tesouros de Nimrud, uma raríssima coleção de jóias e objetos de ouro dos séculos IX e VIII a.C., foram expostos hoje durante três horas no Museu de Bagdá, para demonstrar que não foram roubados nem desapareceram. A exposição extraordinária foi feita para centenas de jornalistas, sob rigorosa vigilância militar. O administrador civil americano no Iraque, Paul Bremer, foi admirar as coroas, colares, pulseiras, anéis e vasos de ouro de reis e rainhas assírios. O tesouro foi encontrado entre 1988 e 1992 no norte do Iraque e era conservado na caixa-forte do Banco Central iraquiano.

Agencia Estado,

03 Julho 2003 | 18h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.