EUA 'extremamente decepcionados' com a Rússia

O governo dos Estados Unidos declarou-se hoje "extremamente decepcionado" com o fato de a Rússia ter concedido asilo temporário ao ex-agente norte-americano Edward Snowden.

AE, Agência Estado

01 Agosto 2013 | 14h29

Com o asilo temporário, válido por um ano, Snowden pôde deixar nesta quinta-feira a área de trânsito do aeroporto de Sheremetyevo, em Moscou, onde estava desde 23 de junho.

O secretário de Imprensa da Casa Branca, Jay Carney, insistiu em que Snowden não é dissidente nem denunciante, disse que o desdobramento não é positivo para as relações entre Washington e Moscou e afirmou que a decisão russa mina a cooperação bilateral.

Carney disse ainda que, por causa da concessão do asilo temporário, a Casa Branca está reavaliando se uma reunião de cúpula entre os presidentes Barack Obama, dos EUA, e Vladimir Putin, da Rússia, prevista para os próximos meses será mantida na agenda.

Ex-agente da CIA e ex-analista terceirizado da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês), Snowden é procurado pela justiça norte-americana por ter vazado documentos que revelam e detalham dois programas de espionagem eletrônica generalizada patrocinados pelo governo dos EUA. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUA Rússia Snowden

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.