EUA farão queixa formal à China pelo ciberataque ao Google

Governo expressará sua preocupação pelo incidente e vai solicitar informação e explicação dos chineses

Efe,

16 de janeiro de 2010 | 03h26

O Governo dos Estados Unidos interporá na próxima semana pela via diplomática uma queixa formal perante o Governo chinês pelo ciberataque dirigido a contas de e-mail do Google, informou na sexta-feira, 16, o porta-voz do Departamento de Estado, Philip Crowley, em declarações à imprensa.

 

Na queixa, o Governo expressará sua preocupação pelo incidente e solicitará informação sobre o ciberataque e uma explicação do Executivo chinês, assim como uma resposta à pergunta de que pretende fazer a respeito da denúncia do Google.

A decisão dos EUA de fazer esta gestão diplomática perante Pequim acontece depois do pedido já na quinta-feira de explicações a funcionários chineses da embaixada da China em Washington.

 

"Queríamos e precisávamos falar com os funcionários chineses sobre este ciberataque", afirmou o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, durante sua entrevista coletiva diária.

 

Ele disse também que os EUA apoiam os esforços do Google de poder operar seu buscador sem censuras na China.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.