EUA fazem campanha contra cólera no Iraque

Na tentativa de conter um surto de cólera em Basra, a segunda maior cidade do Iraque, as forças de ocupação começaram a transmitir nesta segunda-feira um comunicado pelo rádio que orienta a população sobre meios de evitar a doença. "Cólera é uma doença que coloca a vida em risco mas que pode ser evitada se forem seguidas algumas precauções simples", disse uma voz feminina, em árabe, pela rádio informativa das forças de ocupação lideradas pelos EUA. Na semana passada, uma equipe da Organização Mundial da Saúde disse que haviam sido confirmados 17 casos de cólera em Basra. Mas os especialistas disseram que poderia haver centenas de casos não-relatados e que a região pode estar à beira de uma epidemia grave. Cólera é uma enfermidade transmitida pela água e que pode ser tratada se for detectada no início. Não obstante, pode ser mortal, especialmente se afetar crianças desnutridas. Os iraquianos conhecem pouco sobre o cólera, porque os serviços médicos locais erradicaram a doença entre os anos 60 e 70. Mas durante a recente guerra o sistema de tratamento de água ficou destruído pelos ataques aéreos das forças invasoras, que também danificaram a rede elétrica. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.