EUA identificou homem de vídeos do Estado Islâmico

EUA identificou homem de vídeos do Estado Islâmico

Comey afirmou nesta quinta-feira que não iria revelar o nome nem a nacionalidade do homem

Estadão Conteúdo

25 de setembro de 2014 | 17h21

O diretor do FBI, James Comey, afirmou que os EUA acreditam ter identificado o homem mascarado de sotaque britânico que apareceu em vídeos de decapitações de dois jornalistas americanos e de um agente humanitário britânico divulgados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Comey afirmou nesta quinta-feira que não iria revelar o nome nem a nacionalidade do homem. Ele não informou se os EUA creditam que o homem cometeu os assassinatos. Nos vídeos, as decapitações não são mostradas completamente. Nas imagens, o homem que fala inglês com sotaque britânico e segura uma longa faca começa a cortar as gargantas das três vítimas, os jornalistas James Foley e Steven Sotloff e o agente humanitário David Haines.

No final de agosto, o embaixador britânico nos EUA, Peter Westmacott, afirmou que o Reino Unido estava próximo de identificar o militante do Estado Islâmico. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUAEstado Islâmico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.