EUA impedem retorno de moradores a cidade cercada

Tropas dos EUA impediam que uma multidão de moradores retornasse a suas casas na cidade de Tal Afar, em meio a notícias dando conta de corpos espalhados pelas ruas e o colapso de serviços básicos como água e eletricidade. A cidade está sob cerco de tropas americanas.Tropas dos EUA e do governo iraquiano invadiram no domingo Tal Afar, uma das várias cidades iraquianas nas mãos de insurgentes, depois de um cerco e de bombardeios aéreos que duraram quase duas semanas.Homens desesperados por saber do paradeiro de seus familiares e do estado de suas casas imploravam que os soldados americanos, que controlam uma barreira na entrada da cidade, os deixassem entrar. Mas os soldados só permitiram a passagem de um punhado de trabalhadores humanitários e autoridades regionais. "É para a própria segurança deles", alegou na barreira o primeiro-tenente Neal Erickson, da Força Tarefa Olímpia, que controla a área, sem dar maiores explicações. Hazem Saleh, vice-presidente do Partido Democrático Curdo - um dos principais aliados dos EUA no norte do Iraque - argumentou que não existem forças policiais suficientes para dar segurança à cidade e que o retorno de milhares de pessoas poderia provocar saques e caos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.