EUA impõem novas sanções ao Irã

Dez empresas iranianas têm os bens congelados por financiar pesquisas nucleares

AE, Agência Estado

30 de novembro de 2010 | 18h07

O governo americano adotou nesta terça-feira, 30, novas sanções contra o Irã por causa do programa nuclear do país.

Veja também:

especialEspecial: O programa nuclear do Irã

lista Veja as sanções já aplicadas contra o Irã

Os bens de dez empresas iranianas que possuem laços com um banco estatal do Irã, bem como com companhias de frete marítimo foram congelados. Cinco executivos dessas empresas também foram listados

 

. As sanções bloqueiam qualquer ativo que eles possuam nos EUA e proíbem que as pessoas atingidas tenham qualquer acordo com o sistema financeiro americano.

As empresas e indivíduos que sofrerão as sanções estão ligados à Iran Shipping Lines, empresa da marinha mercante iraniana, e ao Bank Mellat.

 

Ambos já estão sob sanções. Entre as empresas sancionadas está a Pearl Energy Company, uma firma baseada na Malásia e controlada por uma sucursal do Bank Mellat. Também sofreram sanções oito empresas baseadas na Ilha de Man, uma pequena ilha entre a Inglaterra e a Irlanda.

"As ações de hoje irão ajudar os governos, bancos e outras empresas privadas ao redor do mundo a garantir que elas, inadvertidamente, não participem da proliferação nuclear do Irã e apoiem o terrorismo", disse Stuart Levey, subsecretário para o terror e a inteligência financeira.

 

Leia ainda:

linkUE confirma negociações com o Irã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.