EUA impõem novas sanções contra o Irã

O governo dos Estados Unidos impôs nesta segunda-feira uma série de novas sanções contra o Irã. Usando poderes concedidos pelo Ato Patriota, o presidente dos EUA, Barack Obama, assinou ordens executivas contra os setores financeiro e de energia do Irã. As sanções ocorrem por causa do programa nuclear iraniano.

AE, Agência Estado

21 de novembro de 2011 | 21h46

"O Irã foi submetido a novos e prejudiciais níveis de isolamento financeiro e comercial", disse o secretário do Tesouro, Timothy Geithner. Uma das ordens identifica o setor financeiro inteiro do Irã, incluído o Banco Central, o Banco Marzaki, como financiador do terrorismo. Geithner disse que as sanções reduzirão "dramaticamente" o acesso do Irã ao sistema financeiro internacional.

As sanções também atingirão o setor petrolífero, o mais importante da economia iraniana. Elas restringirão a venda de mercadorias e serviços que contribuem para a capacidade do Irã explorar novas fontes de petróleo. "As instituições financeiras ao redor do mundo agora precisam pensar bastante sobre os riscos de fazer negócios com o Irã", disse Geithner.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.