EUA impõem sanções à Tailândia por golpe de Estado

Os Estados Unidos impuseram hoje sanções à Tailândia como resposta ao golpe militar do último dia 19 no país asiático. O Departamento de Estado informou que suspendeu uma ajuda de US$ 24 milhões em assistência, por causa da deposição do primeiro-ministro Thaksin Shinawatra."Os EUA seguem pedindo um rápido retorno ao regime democrático, assim como prontas eleições na Tailândia", disse o porta-voz do Departamento de Estado, Sean McCormack. O corte envolve ajuda militar, operações de paz e investigações de terrorismo.A junta militar que governa o país anunciou hoje já ter escolhido o primeiro-ministro civil interino, que deve ficar no cargo por um ano. O nome, porém, não foi anunciado. Os militares se recusaram a dizer quando a lei marcial será suspensa e as tropas sairão das ruas. A junta militar garantiu que haverá eleições no país em um ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.