EUA impõem sanções contra líderes do Hezbollah

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos impôs novas sanções contra os líderes do Hezbollah nesta quinta-feira, afirmando que a organização ajuda o governo da Síria a cometer crimes e apoia atividades terroristas ao redor do mundo.

AE, Agência Estado

13 de setembro de 2012 | 13h57

Foram designados Hassan Nasrallah, líder do grupo, Mustafa Badr Al-Din e Talal Hamiyah. "As ações do Hezbollah, supervisionadas por Nasrallah e executadas por Al-Din e Hamiyah, claramente revelam a natureza terroristas e criminal da organização", disse em comunicado o subsecretário de Terrorismo e Inteligência Financeira, David Cohen. As sanções do Tesouro proíbem norte-americanos de fazer negócios com os três e congelam qualquer ativo que possuam nos EUA.

"Ao ajudar a campanha violenta de Assad contra o povo sírio e trabalhando para apoiar um regime que vai inevitavelmente cair, as atuais atividades do Hezbollah minam a estabilidade regional e representam uma ameaça direta à segurança do Líbano", afirmou Cohen. O governo Obama está intensificando o escrutínio do setor financeiro libanês nos últimos meses, devido à suspeitas de que o Hezbollah esteja utilizando bancos em Beirute para lavar dinheiro procedente do tráfico de drogas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAsançõesHezbollah

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.