EUA: Incidente em avião pode ter sido tentativa de ataque

Autoridade do governo afirmou à BBC que explosão foi tentativa de 'ataque terrorista'.

BBC Brasil, BBC

25 de dezembro de 2009 | 22h36

Uma alta autoridade do governo americano afirmou à BBC que um incidente com explosivos ocorrido nesta sexta-feira em um avião que ia de Amsterdã, na Holanda, a Detroit, no EUA, foi uma "tentativa de ataque terrorista".

O incidente ocorreu a bordo de uma aeronave da empresa aérea Northwest Airlines. A primeira versão do fato, divulgada pela empresa, afirmava que um passageiro teria acionado fogos de artifício dentro do avião.

Fontes do governo ouvidas pela imprensa dos EUA, no entanto, também afirmaram que há indícios de que o passageiro pretendia explodir a aeronave.

De acordo com a rede de televisão NBC, uma autoridade americana que não quis se identificar afirmou que o suspeito, identificado como um homem nigeriano de 23 anos, teria tentado acionar um pó que ele afirmou ser um artefato explosivo.

"Ele tinha algum tipo de dispositivo explosivo que tentou acionar", disse o oficial à NBC.

Já a rede ABC News afirmou que o suspeito, que foi preso e está sendo interrogado, teria afirmado pertencer à rede extremista Al-Qaeda, embora as autoridade coloquem em dúvida a veracidade destas informações.

Oficialmente, no entanto, um porta-voz da Casa Branca afirmou que o presidente Barack Obama está monitorando a situação e determinou que sejam tomadas medidas para aumentar a segurança a bordo de aviões de passageiros.

A Casa Branca também informou que não há mudanças de planos na agenda do presidente, que deve continuar em férias no Havaí.

Pânico

O incidente ocorreu quando o avião, vindo de Amsterdã, se aproximava do aeroporto de Detroit.

A explosão provocou pânico entre os passageiros e tripulantes do Airbus 330.

Algumas pessoas teriam tido ferimentos leves, entre elas o próprio suspeito, segundo a ABC News.

Pelo menos uma pessoa teria sido levada para o Centro Médico da Universidade de Michigan, mas não há maiores detalhes sobre seu estado de saúde ou sua identidade.

De acordo com um comunicado divulgado pela Gerência de Segurança em Transportes dos EUA (TSA, na sigla em inglês), o avião pousou de maneira segura no aeroporto de Detroit por volta de 15h (horário de Brasília) e todos os passageiros foram retirados da aeronave.

A aeronave foi levada para um local remoto, de acordo com a TSA, e todas as bagagens que estavam a bordo estão sendo checadas.

Um porta-voz do FBI, a Polícia Federal dos EUA, afirmou à BBC que o órgão também está investigando o incidente.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.