EUA iniciam o mais intenso bombardeio de Faluja

Aviões americanos lançaram uma série de ataques contra Faluja, cidade dominada por rebeldes que resistem ao novo governo do Iraque. Militares dos EUA dizem que os alvos dos bombardeios são locais utilizados pelo líder terrorista Abu Musab al-Zarqawi, refugiado na cidade. Pelo menos cinco pessoas morreram e 16 ficaram feridas, segundo médicos. Mais tarde, tanques e aviões iniciaram o que moradores da cidade descrevem como o bombardeio mais intenso já realizado desde o início da campanha de "ataques de precisão" contra Zarqawi. Segundo os americanos, foram alvejados um prédio usado como depósito de armas, duas casas usadas para reuniões, diversos postos de segurança clandestinos e um esconderijo de armas. Lideranças de Faluja suspenderam as conversações de paz com o governo provisório por causa da exigência feita pelo premier Ayad Allawi, de que Zarqawi seja entregue às autoridades. Allawi disse que se Zarqawi não fosse entregue a cidade sofreria um ataque militar.

Agencia Estado,

14 Outubro 2004 | 18h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.