EUA intensificam investigação em caso de fraude

Autoridades nos Estados Unidos disseram que o número total de oficiais de bases de lançamento de mísseis nucleares da Força Aérea envolvidos em recente escândalo de fraude é quase o dobro dos 34 inicialmente citados.

AE, Agência Estado

28 de janeiro de 2014 | 17h41

Não ficou explicado se os 30 novos oficiais investigados estão envolvidos de forma direta ou indireta na fraude em testes de certificação.

Em 15 de janeiro, a Força Aérea anunciou que a investigação criminal sobre a alegação de uso de drogas por oficiais em bases de lançamento de mísseis descobriu também que um oficial no escritório em Montana compartilhou as respostas do teste de certificação com 16 colegas. Além disso, 17 outros oficiais admitiram saber sobre a fraude, mas optaram por não denunciar. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAForça Aéreaescândalo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.