EUA já têm 102 soldados mortos no Iraque em um mês

O Exército dos Estados Unidos anunciou nesta terça-feira que três soldados americanos morreram na segunda-feira em atentados em Bagdá, elevando para 102 as baixas no mês de outubro no Iraque. Segundo um comunicado do comando militar dos EUA, um soldado das tropas multinacionais morreu quando uma bomba explodiu contra o seu carro, no sul de Bagdá.Outro soldado não resistiu aos ferimentos sofridos numa "operação de combate" no oeste da capital, segundo outra nota do Exército americano. A terceira vítima, da brigada 89 da Polícia militar do Exércitoamericano, foi baleado no leste de Bagdá, afirma um terceiro texto oficial. Chega a 2.815 o número de militares americanos que morreram no Iraque desde março de 2003, quando começou a invasão do país.AtentadosPelo menos três civis morreram nesta terça-feira eoutras 10 foram feridas pela explosão de um carro-bomba nas imediações de um restaurante em Bagdá, informaram fontes policiais.O carro estava estacionado perto do restaurante al-Insam, próximo do bairro de Medinat al-Sadr, onde na segunda-feira morreram 30 pessoas num atentado contraum centro de contratação de trabalhadores.Além disso, um policial morreu e outros três foram feridos pela explosão de uma bomba que atingiu a sua patrulha. O ataque aconteceu numa via expressa no bairro de al-Dora, no sul de Bagdá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.