EUA: juiz rejeita pedido de liberdade do anticastrista Carriles

Um juiz federal em El Paso rejeitou na quarta-feira a reivindicação do anticastrista Luis Posada Carriles de ficar em liberdade condicional enquanto aguarda adecisão sobre a sua deportação.O magistrado Philip Martínez decidiu que Posada Carriles, de 79 anos, deve continuar detido.O anticastrista enfrenta sete acusações criminais, uma por fraude e seis por declarações falsas a funcionários do Departamento de Segurança Nacional, durante seu processo de solicitação da nacionalidade americana. Ele pode ser condenado a até 10 anos em prisão.Posada Carriles foi detido em maio de 2005 por ter entradoilegalmente no país. O juiz de Imigração William Lee Abbott ordenou sua deportação, suspensa indefinidamente porque nenhum país, a não ser Venezuela e Cuba, está disposto a receber o réu.Para o juiz, nos dois casos a integridade física de Carriles corre perigo. A Venezuela pede sua extradição para que ele seja julgado pelo atentando contra um avião da Cubana de Aviación, em 1976, no qual morreram 73 pessoas.Posada Carriles está detido na prisão do condado de Otero, no estado do Novo México.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.