EUA: Justiça barra novas restrições ao aborto no Texas

Um juiz federal norte-americano barrou nesta segunda-feira novas restrições ao aborto no Estado do Texas, declarando-as inconstitucionais. Com isso, as novas regras sobre o tema, consideradas as mais restritivas dos Estados Unidos, não entrarão em vigor amanhã, conforme planejavam as autoridades estaduais.

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2013 | 17h44

Na decisão, o juiz Lee Yeakel argumenta que a nova lei viola o direito dos médicos de tomarem as decisões que acreditam ser melhores para suas pacientes.

A lei estadual tinha como objetivo restringir onde, como e quando uma gestante pode abortar no Texas.

Grupos de defesa do direito de escolha da mulher recorreram à justiça sob o argumento de que a nova legislação não protegia a gestante e resultaria no fechamento de cerca de um terço das clínicas que interrompem gestações no Texas.

A promotoria texana alega que o texto protege a vida da mulher e a vida do feto e deve recorrer da decisão. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUATexasaborto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.