EUA lançam 2º ataque aéreo contra militantes iraquianos

O objetivo é barrar o avanço dos insurgentes em direção à capital curda, Erbil, afirmaram oficiais norte-americanos

THIAGO MORENO, Estadão Conteúdo

08 de agosto de 2014 | 17h25

As forças de segurança dos EUA expandiram sua ofensiva contra os militantes sunitas do Estado Islâmico (antigo Estado Islâmico do Iraque e do Levante) no norte do território iraquiano nesta sexta-feira, lançando um segundo ataque aéreo à região. O objetivo é barrar o avanço dos insurgentes em direção à capital curda, Erbil, afirmaram oficiais norte-americanos.

"O Exército dos Estados Unidos deram continuidade a seu ataque contra alvos do Estado Islâmico próximos a Erbil, realizando dois ataques aéreos adicionais para ajudar a defender a cidade, onde funcionários do governo norte-americano estão dando apoio ao governo do Iraque", informou o Pentágono em nota.

De acordo com o texto, por volta das 11 horas (de Brasília) aeronaves pilotadas por controle remoto atingiram uma base dos extremistas. Momentos depois, quando os militantes voltaram para o local, foram atacados novamente e "eliminados com sucesso".

Mais tarde, por volta das 12h (de Brasília), quatro aeronaves F/A-18 atingiram um comboio do Estado Islâmico com sete veículo e uma base próxima a Erbil. O avião executou dois sobrevoos planejados e, em cada operação, lançou bombas guiada por lasers. No total, oito explosivos foram lançados e tanto o comboio como a base foram destruídos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIRAQUEATAQUESATUALIZA 3

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.