EUA lançam em setembro novo programa de controle de visitantes

O Departamento de Justiça escolheu 11 de setembro, aniversário dos atentados em Nova York e Washihngton, para lançar um novo programa de controle de imigração, pelo qual os visitantes que entrarem nos EUA serão fotografados e terão suas impressões digitais marcadas. O programa, que foi imposto pela agência federal de Imigração alegando motivos de segurança e de "luta contra o terrorismo", será ativado apenas em alguns aeroportos, até hoje não indicados, visando principalmente imigrantes do Oriente Médio e muçulmanos. "A vulnerabilidade de nosso sistema de imigração - disse o secretário de Justiça, John Ashcroft - surgiu com toda evidência após 11 de setembro. Este novo sistema permitirá expandir o exame de visitantes provenientes do Irã, Iraque, Líbia, Síria e Sudão, considerados países de alto risco no que diz respeito a atividades terroristas. O Departamento de Justiça indicará em seguida aos respectivos Estados as pessoas que deverão ser controladas, com base nas informações do serviço de inteligência. A agência de imigração também poderá fotografar e tomar as impressões digitais de qualquer visitante que chegar a um aeroporto americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.