EUA liberam exportação de smartphones para Irã

O governo do presidente Barack Obama anunciou que permitirá a exportação de smartphones e outros aparelhos de comunicação para o Irã, em uma tentativa de facilitar o acesso à informação e impedir a censura do governo.

Agência Estado

30 Maio 2013 | 16h17

"Como o governo iraniano tenta silenciar a população ao cortar sua comunicação com o resto do mundo, os Estados Unidos continuarão a tomar decisões para que os iranianos exercitem seus direitos humanos universais, incluindo o direito à liberdade de expressão", declarou o Departamento do Tesouro, em comunicado.

O Tesouro emitiu uma licença geral para que as empresas exportem para o Irã celulares, telefones por satélite, equipamentos de rádio, tablets e outros serviços de comunicação.

O Tesouro também emitiu sanções contra o vice-chefe da casa civil do líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, e outros grupos por "contribuição com abusos contra os direitos humanos".

Em uma ação coordenada, o Departamento de Estado impôs ainda restrições ao visto de 60 oficiais do governo e cidadãos iranianos. As restrições têm como alvo quem "planejou a repressão em curso de estudantes, defensores dos direitos humanos, advogados, artistas, jornalistas, religiosos e minorias étnicas, e outros membros da sociedade civil iraniana", informa o comunicado oficial. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
EUAIrãexportaçãosmartphones

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.