EUA libertam três adolescentes de Guantánamo

O Exército dos Estados Unidos libertou três adolescentes - que teriam entre 13 e 15 anos - que haviam sido acusados de apoiar o Taleban e eram mantidos na prisão para suspeitos de terrorismo na Baía de Guantánamo, Cuba, informou o Pentágono. Os garotos, que serão enviados de volta para seus países - que não foram imediatamente identificados - não representam mais uma ameaça aos EUA, acrescentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.