EUA mantêm ataques a supostos campos taleban

Um míssil dos Estados Unidos atingiu um suposto campo do Taleban no Paquistão. A informação foi confirmada por funcionários americanos do setor de inteligência, que falam em 14 militantes mortos. Comandantes do grupo fundamentalista também confirmam o ataque, mas dizem que o número de mortos seriam seis, todos civis. O ataque ocorreu em uma zona de instabilidade tribal no Waziristão do Sul, região montanhosa no noroeste paquistanês, perto da fronteira com o Afeganistão. O governo do Paquistão se opõe publicamente aos ataques com mísseis dos EUA, afirmando que eles enfurecem tribos e tornam mais difícil as operações do exército contra o Taleban.

AE-AP, Agencia Estado

11 de agosto de 2009 | 16h43

As críticas, porém, foram suspensas na semana passada, após a provável morte do líder taleban no Paquistão, Baitullah Mehsud. Ele era um procurado internacional, acusado de tramar o assassinato da ex-primeira-ministra Benazir Bhutto, em 2007, e vários outros atentados suicidas. Washington e Islamabad afirmam estar quase certos de que o ataque de um avião não tripulado o matou. Comandantes do Taleban, porém, afirmaram que Mehsud continua vivo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.