EUA mantêm bombardeios contra o Taleban

Aviões americanos continuaram atacando posições do Taleban hoje, apesar de forças da Aliança do Norte terem entrado em Cabul, capital do Afeganistão, nesta terça-feira. A artilharia americana manteve a pressão contra a milícia islâmica, bombardeando o aeroporto e instalações militares em torno da cidade de Jalalabad pelo menos seis vezes durante esta madrugada e no começo da manhã. De acordo com a agência Islamic Press, ligada ao Taleban, aviões americanos atacaram ainda uma base militar em Khost, a 10 quilômetros da fronteira com o Paquistão. Em Cabul, um funcionário da Aliança do Norte disse que a população se rebelou contra o Taleban nas províncias de Nangarhar, no leste do país, e Ghazni e Wardak, ao sul do Afeganistão. "As pessoas se revoltaram", disse Saeed Hussain Anwari, um comandante da Aliança do Norte. As informações, porém, não puderam ser confirmadas. Anwari disse que a oposição também capturou o aeroporto de Kandahar, que até então era a sede da milícia islâmica e quartel-general do mulá Mohammed Omar, líder do Taleban. De acordo com Anwari, a milícia islâmica se esconderam em montanhas ao redor de Kandahar, cidade que ainda está sendo disputada pela Aliança do Norte e pelo Taleban. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.